TELEVENDAS (11) 3197-2127
Escolha uma Página
Qual a diferença entre alarme monitorado e não monitorado

Qual a diferença entre alarme monitorado e não monitorado

Quem deseja instalar um sistema de alarme fica na dúvida se deve ou não contratar uma empresa especializada para fazer a instalação e o monitoramento. Conheça as principais diferenças entre o alarme monitorado e o alarme não monitorado.

Quem deseja instalar um sistema de alarme fica na dúvida se deve ou não contratar uma empresa especializada para fazer a instalação e o monitoramento. O comércio eletroeletrônico nas pequenas e grandes cidades oferece todo tipo de dispositivo para o próprio interessado montar seu sistema de alarme, seja para estabelecimentos comerciais ou residências.

Basicamente, um alarme monitorado possui sensores que detectam a suspeita de invasão; sirene que faz barulho para avisar o bandido que ele foi detectado e chamar a atenção de pessoas próximas; painel que aciona a sirene e envia os sinais para a central de monitoramento, além do meio de comunicação (linha telefônica compatível ou GPRS) para transmitir ao dono do imóvel ou à central de monitoramento contratada, os sinais gerados pelo painel.

Quem decide montar o seu próprio alarme monitorado, na eventualidade de invasão ou tentativa, receberá um sinal gerado pelo painel e poderá tomar as devidas providências, como chamar a polícia, por exemplo. Mas para tomar essa iniciativa, o responsável pelo alarme não pode estar dentro do imóvel invadido ou mesmo distraído, dormindo ou realizando outra atividade para receber o sinal de suspeita de invasão.

Outra questão importante: a instalação do equipamento de alarme exige conhecimento específico, tais como altura de instalação, forma de detecção e ajustes que são difíceis para quem faz pela primeira vez, mesmo com a consulta do manual. A consequência disso pode ser uma frequência de disparos falsos indesejados ou comportamento imprevisível dos equipamentos de alarme.

“Vale lembrar que a programação do alarme não é tão intuitiva e que se não houver análise prévia de risco, realizada por um especialista (consultor de segurança), as fragilidades do local podem ficar expostas. O profissional da ADT sugere os equipamentos mais indicados para cada ambiente, porta ou janela”, lembra Robert Wagner dos Santos, coordenador de processos e treinamentos.

A ADT monitora os sinais que os equipamentos de alarme instalados no local enviam, após detectar uma suspeita de invasão ou um pedido de ajuda, por meio do botão de pânico ou controle remoto. A central de monitoramento da empresa de segurança eletrônica funciona 24 horas por dia, sete dias da semana. Há sempre alguém disponível para receber os sinais e profissionais proativos para avisar o cliente, confirmar a ocorrência e alertar as autoridades.

Ao receber um alerta de suspeita de invasão ou pedido de ajuda, a ADT avisa o cliente ou alguém da lista de contato, além de ajudar ao registrar um alerta à polícia, porém esta sempre pede a confirmação de que aconteceu a invasão. A ADT possui três serviços de verificação: ADT Móvel (alguém vai ao local), ADT Visualiza (sensor tira foto do local que mostra a causa do disparo) ou ADT Vídeo Alerta (as imagens do CFTV são verificadas).

Entretanto, se estes serviços não forem contratados, o cliente terá que ir ao local ou solicitar a alguém próximo para verificar a ocorrência, pois as providências são de sua responsabilidade. Importante lembrar que as imagens das câmeras são verificadas quando há o alerta da invasão. As imagens das câmeras (somente para quem fez este investimento) são usadas para verificar o que está acontecendo.

Algumas empresas contratam pessoas para ver as imagens das câmeras o tempo todo e informar equipes locais sobre suspeitas. “Às vezes, o termo ‘monitoramento de imagens é usado por empresas que não farão isto, criando uma expectativa falsa nos clientes. A ADT acessa as imagens só quando acontece o alerta, para confirmar a invasão, e, depois de avisar o cliente, avisar a polícia”, explica Santos.

PLANOS DE ALARMES ADT COM 50% DE DESCONTO
APROVEITAR >

manutenção

De modo geral, aos poucos, as pessoas que decidiram instalar o seu próprio sistema verificam que têm diversos contratempos com o monitoramento. Por exemplo, elas não têm central de atendimento e suporte técnico para resolver os problemas dos equipamentos ou fazer manutenção neles. Diferentemente, a ADT possui estas equipes, além de disponibilizar um portal para consultar eventos, atualizar cadastro, atualizar providências e iniciar o atendimento técnico.

As manutenções podem incluir a troca da bateria* de alguns dispositivos. Equipamentos de alarme mais modernos da ADT, como o VISONIC, são capazes de informar os usuários quando há algum problema. Ele é avisado quando há falhas no sistema e, assim, pode informar a ocorrência à ADT, por meio da central de atendimento. Vale lembrar que os equipamentos adquiridos da ADT pelo sistema de comodato não teem custo adicional de manutenção.

*Embora a manutenção e as trocas estejam incluídas no valor dos contratos de comodado, as baterias são cobradas à parte, pois são consideradas itens de consumo.

Compartilhe

Últimas postagens

Segurança Interativa: Conheça o novo ADT Smart Security

Segurança Interativa: Conheça o novo ADT Smart Security

Com uma proposta de imóvel inteligente, sistema lembra usuário de ativar alarme, envia notificações e lembretes.Inteligência artificial, informação em tempo real, segurança interativa e vídeo inteligente. Esses são alguns dos recursos oferecidos pela nova versão do...

ler mais
Como monitorar a casa pelo celular

Como monitorar a casa pelo celular

Não importa aonde você vá, uma coisa é certa: você está sempre com o seu celular em mãos. Então por que não utilizá-lo para ajudar a proteger seu patrimônio?No mercado você encontra inúmeras formas de proteger um imóvel, como as câmeras de segurança, sensores de...

ler mais

CONHEÇA A ADT ALARME MONITORADO

A empresa ADT pertence à Johnson Controls,​ ​​líder global​ em múltiplas indústrias​ e diversificadas tecnologias ​que serve a uma vasta gama de clientes em mais de 150 países. Nossos 117 mil​ colaboradores criam edifícios inteligentes, soluções​ ​eficientes de energia, ​​infraestrutura integrada e sistemas de transportes.

SITE ADTOFERTAS

Proteja O seu patrôminio COM O ALARME LÍDER MUNDIAL

Segurança e privacidade no seu smartphone: Whatsapp

Segurança e privacidade no seu smartphone: Whatsapp

O Whatsapp é um aplicativo popular para Smartphones que utiliza conexão da internet para troca de mensagens de forma instantânea – além de vídeos, fotos e áudios. São mais de 1 bilhão de usuários conectados pelo mundo.

Com a popularidade vem o perigo: apesar do WhatsApp anunciar que as mensagens agora são criptografadas, o aplicativo não deixou de ser alvo fácil para hackers, vírus, golpes financeiros e outros.

Os golpes mais comuns são: e-mail com conteúdo de WhatsApp para downloads que de brinde vem um vírus – WhatsApp nunca manda e-mail; correntes e pesquisas com links que são utilizados para roubar dados dos usuários; compartilhamento de cupons de descontos que solicitam cadastro para conseguí-lo; enfim, são inúmeras formas de causar danos e prejuízos aos usuários.

Cabe lembrar que não só de golpes que um criminoso vive mas também consegue ter dados pessoais de forma mais eficaz do que ficar perseguindo sua vítima para atingir sua integridade física e seu patrimônio.

PLANOS DE ALARMES ADT COM 50% DE DESCONTO
APROVEITAR >

“TEM WI-FI?”

Essa é uma das perguntas mais ouvidas pelo funcionário de um estabelecimento comercial. Wi-fi de estabelecimentos e wi-fi abertos ao público podem conter programas maliciosos, onde apropriam-se de dados não autorizados pelo usuário e senhas pessoais que ficam armazenadas em seu smartphone.

Não é só perigoso no uso do WhatsApp, mas no Smartphone como um todo, pois todo o seu tráfego pode estar sendo espionado.

PERIGO OCULTO: GRUPOS DE WHATSAPP

A melhor forma de entrar em contato com várias pessoas ao mesmo tempo é criando grupos de WhatsApp, onde um usuário pode adicionar todos aqueles que desejar e enviar uma mensagem em um determinado grupo, sem tem que encaminhar ou copiar a mídia para cada contato.

Mas qual o perigo nisso? Ora, um grupo de família ou amigos próximos até então não apresenta um perigo concreto, mas já parou para pensar em grupos criados por algumas empresas para seus clientes mostrando suas novidades, ou de mães para trocar informações e dicas para cuidar de seus filhos? Ou ainda de grupos de usuários de jogos online?

Estamos trocando informações o tempo todo para qualquer pessoa ver, alguém pode estar mal intencionado e ganhando informações suas que lhe sejam úteis e até mesmo lucrativas. Se você ainda não se convenceu, temos argumentos que farão você repensar antes de participar de um grupo qualquer no aplicativo.

Perfil de WhatsApp

Todo WhatsApp tem um perfil: seu número, espaço para uma foto e frase de status, ou seja, qualquer pessoa poderá ver o número do seu celular e adicioná-lo, ver todas as suas características físicas ou até mesmo, dependendo do que você colocar como frase no seu perfil, descobrir onde você trabalha, onde está ou para onde está indo etc.

Colocar uma foto de perfil fora do país com um status “viajando com a família” é o suficiente para alguém mal intencionado saber que sua casa está sozinha. Parece inocente, mas é um chamariz para meliantes.

privacidade

No WhatsApp é possível monitorar o horário em que o usuário entra e sai do aplicativo – ou seja, é possível fazer um mapeamento da sua rotina, uma vez que o aplicativo mostra quando foi a ultima vez que você esteve online.

Existe também a função de recibos de leitura, onde mostra que a pessoa leu sua mensagem recebida e hora que fez isso.

conteúdo ilegal

O aplicativo é um prato cheio para compartilhamento de imagens e vídeos dentro de grupos. Sempre tem uma pessoa que irá encaminhar conteúdo ilegal como imagens e vídeos íntimos, violentos, incitação a violência, apologia ao consumo de drogas etc.

Você pode não concordar e não encaminhar o conteúdo, mas isso pode se tornar um problema na sua vida, desde brigas pessoais a processos criminais em casos mais graves.

download de arquivos

O WhatsApp faz o download automático de conteúdo, e uma vez dentro do seu celular, o dano já está feito. Quando se participa de um grupo com pessoas desconhecidas fica difícil fazer esse controle, ainda mai

s quando você não conhece todos as pessoas ali agrupadas, tornando a tarefa de se espalhar malwares para o maior número de pessoas possíveis mais fácil.

criptografia

Em abril deste ano, surgiu a novidade no WhatsApp: a criptografia. As mensagens enviadas de um celular para outro são embaralhadas ao deixar o Smartphone e decodificadas quando chega ao destinatário, tornando a vida do hacker mais difícil – e das autoridades também.

Pode tornar a vida do hacker mais difícil, mas torna a vida do criminoso mais fácil, pois eles estão migrando e apelando do uso do WhatsApp para organizações criminosas. O criminoso continua tendo acesso ao aplicativo, ao seu perfil e status, porém as autoridades não conseguem acessar o conteúdo quando for necessário para proteção da vítima e/ou para fabricação de provas contra ele.

Com a briga que as autoridades tem hoje com o aplicativo, podemos concluir que a criptografia é boa para sua privacidade, mas não para sua segurança.

UTILIZE DE FORMA SEGURA SEU WHATSAPP

Não existem medidas infalíveis, mas sim medidas que podem ser aproveitadas da melhor forma possível.

Dessa forma, abaixo seguem dicas para deixar seu aplicativo mais seguro:

  1. Evite utilizar wi-fi aberto ou de estabelecimentos públicos para evitar ser vigiado e ter dados furtados por indivíduos especializados em golpes;
  2. Prive-se de fotos de perfil que mostre mais do que deveria, como sua rotina, seus bens, patrimônio, os lugares que frequenta, fotos com familiares – fotos são o suficiente para despertar interesse em pessoas mal intencionadas;
  3. Desative funções de Privacidade nos Ajustes do WhatsApp como “visto por último” e “recebidos de leitura” – dessa forma, será difícil monitorar a sua rotina no aplicativo
  4. Na mesma opção acima citada, você também pode escolher que somente os seus contatos possam ver sua foto de perfil e status;
  5. Desative também o Download automático de mídias, evitando baixar sem querer um conteúdo que te prejudique. Apenas o fato de fazer tal mudança, você passa a escolher com apenas um toque se irá baixar ou não a mídia recebida, que pode ser de um número estranho;
  6. Também vale desativar “salvar a mídia recebida” nos Ajustes de Conversas, evitando que essas mídias fiquem gravadas diretamente no Rolo de Câmera de imagens e vídeos do seu Smartphone;
  7. Algumas empresas insistem em criar grupos e mandar mensagens como promoções, por exemplo. Não hesite em bloqueá-los e denunciá-los como Spam. Quando um mesmo número tem diversas denúncias de Spam, a empresa do WhatsApp bane o número do aplicativo. O mesmo vale para pessoas inconvenientes ou que parecem ser mal intencionadas – Sempre desconfie de números desconhecidos;
  8. Não divulgue corrente de mensagens, você pode ser cúmplice de proliferação de malwares;
  9. Por fim, não acredite em mensagens sobre notícias do WhatsApp encaminhadas – se ocorrer alguma mudança no aplicativo o próprio aplicativo irá te avisar, ou você acha que é mais provável o aplicativo avisar fulano para te avisar? Acredite somente em notícias vinculadas e divulgadas pela empresa detentora do WhatsApp: o Facebook.

Com essas dicas você se sentirá e ficará mais seguro. Em caso de roubo ou furto, não esqueça de pedir o bloqueio do chip na operadora e da conta do WhatsApp no suporte do aplicativo para evitar que sua privacidade seja violada.

 

Compartilhe

Últimas postagens

Segurança Interativa: Conheça o novo ADT Smart Security

Segurança Interativa: Conheça o novo ADT Smart Security

Com uma proposta de imóvel inteligente, sistema lembra usuário de ativar alarme, envia notificações e lembretes.Inteligência artificial, informação em tempo real, segurança interativa e vídeo inteligente. Esses são alguns dos recursos oferecidos pela nova versão do...

ler mais
Como monitorar a casa pelo celular

Como monitorar a casa pelo celular

Não importa aonde você vá, uma coisa é certa: você está sempre com o seu celular em mãos. Então por que não utilizá-lo para ajudar a proteger seu patrimônio?No mercado você encontra inúmeras formas de proteger um imóvel, como as câmeras de segurança, sensores de...

ler mais

CONHEÇA A ADT ALARME MONITORADO

A empresa ADT pertence à Johnson Controls,​ ​​líder global​ em múltiplas indústrias​ e diversificadas tecnologias ​que serve a uma vasta gama de clientes em mais de 150 países. Nossos 117 mil​ colaboradores criam edifícios inteligentes, soluções​ ​eficientes de energia, ​​infraestrutura integrada e sistemas de transportes.

SITE ADTOFERTAS

Proteja O seu patrôminio COM O ALARME LÍDER MUNDIAL