ADT Security Services - Brasil

Como criar, administrar e gerenciar suas senhas com segurança

Fugir do óbvio para criar senhas não é uma tarefa simples. E administrar muito menos. Mas é possível ser criativo e utilizar ferramentas que auxiliam nessa missão cada vez mais presente.

Cartão do banco, do outro banco, redes sociais, monitoramento residencial, cofre, e-mail, dispositivos móveis, computador, canais de streaming. E uma outra gama de acessos que só são possíveis com um detalhe em comum: o uso de senha.

Não é incomum ouvirmos notícias sobre ataques de hackers, que invadem sistemas, divulgam os códigos de centenas de pessoas, prejudicando e provando como a “criatividade” para desenvolver senhas seguras é falha.

Joseph Bonneau, cientista da computação formado na Universidade de Cambridge, fez um estudo com 70 milhões de senhas de pessoas desconhecidas cedidas pelo provedor Yahoo!. Desse total, 700 mil senhas, ou seja, 1% das senhas, não precisaram nem de dez tentativas para serem descobertas.

Há dez anos atrás, as senhas se limitavam, em média, apenas ao computador, e-mail, serviços bancários e um ou outro site. Hoje, como citamos acima, uma pessoa tem aproximadamente 25 cadastros on-line. E convenhamos, administrar todas elas pode ser um trabalho complicado.

A memória do ser humano possui uma capacidade limitada de lembrar sequências complexas, fazendo com que desenvolvamos senhas mais simples, para não corrermos o risco de esquecê-las, porém, nos colocando em outros tipos de risco.

Mas em primeiro lugar, como criar senhas efetivamente seguras? Utilizar senhas que estejam disponíveis em redes sociais, como nomes de filhos, datas de aniversário, nome do time de futebol, já é um alvo fácil.

Criatividade e estratégia: aliadas na hora de criar suas senhas

Uma boa técnica é trocar letras por números de forma aleatória. Exemplo: Elaine ficaria &la!n&. Isso dificulta os programas hackers que leem combinações mais simples. Outra sugestão é o uso de mais de uma palavra aleatória como “prédiopraçachuvatrabalho”. Ou ainda, trechos de músicas ou livros, escritos com as letras iniciais. No caso da citação “Quem se limita se define”, ficaria qslsd. Algo que apenas o detentor da senha saberia.

Trocá-las de tempos em tempos também é uma dica que mantém suas senhas mais seguras, e isso pode variar de acordo com a importância do que está sendo segurado. Dividir em categorias é uma saída para começar a gerenciar suas senhas: crie sequências mais simples para sites sem muita relevância, sequências intermediárias para redes sociais e perfis que contenham informações sigilosas como endereço e dados pessoais e sequência complexas para acessos de conteúdo financeiro e e-mail (que é o meio para recuperar outras senhas, não se esqueça!).

Mas, certo. Você criou senhas seguras, dividiu por categorias e ainda assim tem o trabalho de lembrá-las. A boa notícia é que junto com esse turbilhão de tecnologias que demandam cada vez mais senhas, também vieram os aplicativos que gerenciam senhas.

Confira abaixo uma lista com os 3 alternativas de aplicativos para que você nunca mais tenha problema para se lembrar das suas senhas:

F-Secuty Key

Um dos melhores gerenciadores de senhas, está disponível para Windows, Mac, Android e iOS e consegue gerenciar senhas, logins e outros dados. Ainda, o programa armazena senhas de redes Wi-Fi e dados de cartão de crédito. Dessa maneira o usuário tem condições de usar o programa em dezenas de situações que exigem uma sensibilidade maior.

Keeper Password & Data Vault

Completo, é indicado para quem possui muitas senhas para serem administradas. Trata-se de um software que é compatível com iOS, Android, Windows Phone, Windows, Mac, Linux, Google Chrome, Firefox e Safari. Ele age como um eficaz centro de proteção que guarda os códigos de acesso e restringe a utilização de arquivos e pastas em seus dispositivos. Isso é, foi desenvolvido com inicialmente para armazenar senhas para serviços online e do dia a dia, mas acaba também cumprindo a missão de bloquear a execução de arquivos e o acesso a pastas na memória dos dispositivos.

Last Pass

Para utilizar essa ferramenta é necessário baixar o arquivo do software correspondente ao seu navegador: Mozilla Firefox, Internet Explorer, Google Chrome, Safari , Opera ou Mac.

Em seguida é preciso navegar até o site oficial e preencher um cadastro.Nele, o usuário escolhe uma senha que será utilizada para acessar o serviço, a única da qual precisará se lembrar sempre.

Uma vez conectado, é preciso acessar o serviço online para que o aplicativo possa reconhecer o usuário. Ao entrar pela primeira vez em um site, o plugin pergunta se deseja salvar a senha e, assim, o app memoriza todos os códigos de segurança na sua conta de usuário.

Quando a pessoa estiver logada no serviço e entrar em um site cuja senha já salvou, a extensão insere automaticamente o login e senha, sem que precise fazer nada. Além disso, a aplicação preenche automaticamente formulários, garante a sincronização entre diferentes navegadores, mantém seus dados protegidos por meio de encriptação, entre outras funções.

Viu só? Não é preciso mais ter memória de elefante para lembrar das dezenas de senhas que fazem parte da nossa rotina. Escolha aquele aplicativo que você mais se identifique com a execução e interface e garanta mais segurança para suas informações.

Marcadores:

COMPARTILHAR

GOSTOU DO CONTEÚDO?

Assine nosso blog e receba novos posts diretamente em seu email.
Alem dos posts, também desejo receber novos materiais gratuitos por email.

Obrigada por se cadastrar!

Agora você receberá em seu e-mail as novidades da ADT, dicas de segurança e muito mais.