ADT Security Services - Brasil

Qual a diferença entre alarme monitorado e não monitorado?

Quem deseja instalar um sistema de alarme fica na dúvida se deve ou não contratar uma empresa especializada para fazer a instalação e o monitoramento. Conheça as principais diferenças entre o alarme monitorado e o alarme não monitorado.

Quem deseja instalar um sistema de alarme fica na dúvida se deve ou não contratar uma empresa especializada para fazer a instalação e o monitoramento. O comércio eletroeletrônico nas pequenas e grandes cidades oferece todo tipo de dispositivo para o próprio interessado montar seu sistema de alarme, seja para estabelecimentos comerciais ou residências.

Basicamente, um alarme monitorado possui sensores que detectam a suspeita de invasão; sirene que faz barulho para avisar o bandido que ele foi detectado e chamar a atenção de pessoas próximas; painel que aciona a sirene e envia os sinais para a central de monitoramento, além do meio de comunicação (linha telefônica compatível ou GPRS) para transmitir ao dono do imóvel ou à central de monitoramento contratada, os sinais gerados pelo painel.

Quem decide montar o seu próprio alarme monitorado, na eventualidade de invasão ou tentativa, receberá um sinal gerado pelo painel e poderá tomar as devidas providências, como chamar a polícia, por exemplo. Mas para tomar essa iniciativa, o responsável pelo alarme não pode estar dentro do imóvel invadido ou mesmo distraído, dormindo ou realizando outra atividade para receber o sinal de suspeita de invasão.

Outra questão importante: a instalação do equipamento de alarme exige conhecimento específico, tais como altura de instalação, forma de detecção e ajustes que são difíceis para quem faz pela primeira vez, mesmo com a consulta do manual. A consequência disso pode ser uma frequência de disparos falsos indesejados ou comportamento imprevisível dos equipamentos de alarme.

“Vale lembrar que a programação do alarme não é tão intuitiva e que se não houver análise prévia de risco, realizada por um especialista (consultor de segurança), as fragilidades do local podem ficar expostas. O profissional da ADT sugere os equipamentos mais indicados para cada ambiente, porta ou janela”, lembra Robert Wagner dos Santos, coordenador de processos e treinamentos.

A ADT monitora os sinais que os equipamentos de alarme instalados no local enviam, após detectar uma suspeita de invasão ou um pedido de ajuda, por meio do botão de pânico ou controle remoto. A central de monitoramento da empresa de segurança eletrônica funciona 24 horas por dia, sete dias da semana. Há sempre alguém disponível para receber os sinais e profissionais proativos para avisar o cliente, confirmar a ocorrência e alertar as autoridades.

Ao receber um alerta de suspeita de invasão ou pedido de ajuda, a ADT avisa o cliente ou alguém da lista de contato, além de ajudar ao registrar um alerta à polícia, porém esta sempre pede a confirmação de que aconteceu a invasão. A ADT possui três serviços de verificação: ADT Móvel (alguém vai ao local), ADT Visualiza (sensor tira foto do local que mostra a causa do disparo) ou ADT Vídeo Alerta (as imagens do CFTV são verificadas).

Entretanto, se estes serviços não forem contratados, o cliente terá que ir ao local ou solicitar a alguém próximo para verificar a ocorrência, pois as providências são de sua responsabilidade. Importante lembrar que as imagens das câmeras são verificadas quando há o alerta da invasão. As imagens das câmeras (somente para quem fez este investimento) são usadas para verificar o que está acontecendo.

Algumas empresas contratam pessoas para ver as imagens das câmeras o tempo todo e informar equipes locais sobre suspeitas. “Às vezes, o termo ‘monitoramento de imagens é usado por empresas que não farão isto, criando uma expectativa falsa nos clientes. A ADT acessa as imagens só quando acontece o alerta, para confirmar a invasão, e, depois de avisar o cliente, avisar a polícia”, explica Santos.

Manutenção

De modo geral, aos poucos, as pessoas que decidiram instalar o seu próprio sistema verificam que têm diversos contratempos com o monitoramento. Por exemplo, elas não têm central de atendimento e suporte técnico para resolver os problemas dos equipamentos ou fazer manutenção neles. Diferentemente, a ADT possui estas equipes, além de disponibilizar um portal para consultar eventos, atualizar cadastro, atualizar providências e iniciar o atendimento técnico.

As manutenções podem incluir a troca da bateria* de alguns dispositivos. Equipamentos de alarme mais modernos da ADT, como o VISONIC, são capazes de informar os usuários quando há algum problema. Ele é avisado quando há falhas no sistema e, assim, pode informar a ocorrência à ADT, por meio da central de atendimento. Vale lembrar que os equipamentos adquiridos da ADT pelo sistema de comodato não teem custo adicional de manutenção.

*Embora a manutenção e as trocas estejam incluídas no valor dos contratos de comodado, as baterias são cobradas à parte, pois são consideradas itens de consumo.

Marcadores:

COMPARTILHAR

GOSTOU DO CONTEÚDO?

Assine nosso blog e receba novos posts diretamente em seu email.
Alem dos posts, também desejo receber novos materiais gratuitos por email.

Obrigada por se cadastrar!

Agora você receberá em seu e-mail as novidades da ADT, dicas de segurança e muito mais.