ADT Security Services - Brasil

Saiba como aumentar a segurança do seu pet

Já pensou se você está passeando tranquilamente com o seu animal de estimação e, de repente, ele se solta da coleira e começa a correr até que você o perca de vista? Ou então, ao chegar em casa, você se dá conta de que seu animal foi roubado? Nesse momento, é preciso ter calma e pensar em como encontrá-lo. E, para isso, é de extrema importância que ele carregue consigo uma placa de identificação. Essa medida ajuda na segurança do seu companheiro e aumenta a chance do retorno seguro do animal.

A coleira de identificação precisa somente de três dados para cumprir o seu papel: o nome do animal e o telefone e nome do dono. Para melhorar a sua eficácia, porém, determinados cuidados devem ser tomados. A ADT, maior empresa de monitoramento de alarme no Brasil, elaborou algumas medidas necessárias ao colocar a placa de identificação no seu pet. Confira.

1. Escolha o tamanho da placa de acordo com o porte do seu animal, de modo que ela fique visível e em evidência;

2. Se você tem um gato, ele pode não se adaptar ao uso da coleira. Para isso, dê preferência a acessórios elásticos e de tamanhos menores e mais leves;

3. Garanta que a placa esteja sempre com as informações bem legíveis e com os dados atualizados;

4. Se o seu pet possui alguma condição de saúde que exija cuidados especiais, coloque essa informação na coleira;

5. Certifique-se sempre de que a placa esteja bem presa à coleira do animal. Antes de comprar a coleira, fique atento à resistência do material;

6. O pet deve usar o acessório em qualquer ocasião, até mesmo em casa. Alguém pode esquecer uma porta aberta e isso já facilita a fuga ou roubo do animal (Veja aqui algumas dicas de como evitar que seu pet seja roubado);

7. Se for viajar e seu celular ficar sem sinal, lembre-se de atualizar os dados da placa. Coloque o contato de um familiar ou amigo que possa atender ao telefonema caso algo aconteça;

Para deixar seu pet mais seguro, é possível confeccionar uma placa especial em pet shops ou fazer uma carteira de identificação, o Registro Geral do Animal (RGA). Veja mais informações aqui. Também já existem placas de identificação com um QRCode disponível para leitura via internet, contendo informações completas sobre o animal que não caberiam na placa tradicional.

COMPARTILHAR

GOSTOU DO CONTEÚDO?

Assine nosso blog e receba novos posts diretamente em seu email.
Alem dos posts, também desejo receber novos materiais gratuitos por email.

Obrigada por se cadastrar!

Agora você receberá em seu e-mail as novidades da ADT, dicas de segurança e muito mais.